C CASA QUIETA: Abril 2010

quinta-feira, abril 29, 2010

AS CORDAS


Mais um dia,e uma vontade tremenda de fugir até ali onde estás.Uma vontade imensa de partir esta corda que arrasta um barco até ao leito do mar e que transpira salpicos de vidas e cheiros nesta terra de tantos caminhos para seguir e não consigo escolher nenhum.Se queria ter uma vida ao teu lado não sei se podia escolher ? isto de estar sozinho sufoca cada vez mais o ar e não sei se me podes dar o oxigénio,será que escolhi estar assim ? parte cada uma das tuas cordas e exprime o que sentes...

terça-feira, abril 27, 2010

MIRAGENS


Respiras o mesmo ar quer eu,transpiras as mesma palavras num corpo gasto pelo ar,umas mãos ainda novas,um brilho nos olhos que é sempre igual,os teus cabelos são um leito de montanhas que não consigo já escalar,alguém o fez por mim.Não tinha água para beber sequei num pequeno lago aqui ao meu lado,sinto o calor a queimar os meus lábios não consigo mais falar,entendes que és a única gota neste pequeno oásis ?

segunda-feira, abril 19, 2010

AVÓ


Saudades e mais saudades de um dos seres humanos mais bonitos e verdadeiros que conheci só restam as saudades e as memórias obrigado.Bjs

terça-feira, abril 13, 2010

A CARTA


O tempo não me deixou voltar aqui quando mais o desejava.Voltei com a certeza de que estou mais feliz do que nunca,uma mensagem foi me entregue e prometo ir até ao fim do meu futuro que é hoje.Quanto a ti não te consigo esqueçer ainda te amo e não o posso negar,mas neste baralho da vida surgiu uma carta que me dá um esperança,prefiro esperar mas de uma outra forma.Bjs