C CASA QUIETA: Julho 2007

domingo, julho 22, 2007

INFINITO DE PENSAMENTOS


Hoje acordei com a sensação que deveria fazer algo diferente,pensei que talvez o melhor seja terminar com o blogue,sei que desta forma deixo de pensar em ti,mas por outro lado penso, que não falo sobre ti a ninguém ,como irei fazer??este blog é única forma de expandir o meu pensamento e aliviar mais um pouco o que vai cá dentro.Quando não há ninguém,como sempre,como faço????não sei msmo o que fazer,uma pessoa disse que quando não podemos ou não queremos falar basta escrever umas linhas e tudo se torna mais fácil.Vou pensar melhor e depois tomo a decisão.Não é fácil nos dias ou nas semanas em que tudo está mal,ou em que todos e o mundo não te ouvem,não é fácil trabalhar e atormentar a mente com isto ou aquilo,não é derradeiramente tarefa fácil ultrapassar as barreiras,como são dificeis alguns dias e de que maneira.Gostava de puder falar com alguém,de chorar sem limites,de dizer o que vai cá dentro,de gritar,de partir daqui,andar,andar até perder de vista o horizonte.Os dias e as noites são eternas e estás cá dentro neste infinito de pensamentos por vezes menos bons.Vou dormir e amanhã é mais um dia para variar,igual ao de hoje.Bjs

domingo, julho 15, 2007

SAUDADES E MAIS SAUDADES DE TI...


Hoje ao fim da tarde e de mais um dia de trabalho voltei a olhar-te olhos nos olhos,e a saudade bateu mais forte do que eu,sinto tanto a falta, desse jeito tão especial que me prencheu tantos dias de tantas alegrias,recordo quando me compras-te um comboio,que me ofereçes-te no natal,ainda o guardo comigo na esperança de te retribuir o gesto tão ternurento que nunca mais irei esqueçer,tantas saudades mas tantas que não cabem nas palmas da minha mão,sofro ainda com a tua ausência,não falo muito de ti a ninguém ou a quase ninguém,porque é um sentimento tão abstracto que é impossivel mencionar,descrever,escrever ou pintar,sofro tanto por ti,aqueles teus olhos que eu vi pela última vez a se fecharem e a esconderem o teu brilho,não entendo porque tiveste que ir tão cedo,nunca mais voltei a ouvir os teus passos no meu quarto logo pela manhã????não entendo o porquê?? de ires e nunca mais voltares tenho saudades dos teus beijos das tuas mãos,era impossivel eu não começar a chorar agora,enquanto escrevo este texto,desculpa prometi não chorar mas é mais forte do que eu,cada lágrima que agora desliza na minha face,é a tua dor,foi ver partir o teu corpo e alma,num lindo dia em que o sol parecia não mais se querer esconder,e foi nesse mesmo dia que olhas-te para mim e eu sabia que era um olhar de dor e não podia fazer mais nada,não falo com ninguém sobre ti,porque ninguém entende,só nós os dois é que sabemos o significado que tiveste na minha vida e tenho tanta pena de não ter podido ter feito mais e mais e muito mais,há pouco quando te deixei tornei a dar te mais um beijo,e gostavas tanto de encher-me de gestos tão lindos e ternurentos,continuo a chorar enquanto escrevo estas linhas,tenho saudades e ninguém pode ficar no teu lugar,para me fazer sentir feliz de novo,gostava de um dia poder falar com alguém sobre ti e chorar sem parar e de soltar tudo o que vai cá dentro.Amanhã prometo ir dar-te outro beijo tu mereçes tanto,não consigo parar de chorar,quando choro por ti estou sempre sozinho porque ninguém entende o significado das minhas lágrimas,ou de estar por vezes mais pensativo ou com saudades de alguém... que és tu.Beijos dorme bem sonha comigo eu sonharei sempre contigo.Até Amanhã

sexta-feira, julho 13, 2007

VAZIO...



O que devemos fazer quando temos saudades de alguém que nunca mais iremos ver????Será melhor continuar a recordar ou esqueçer???


Ao fechar os olhos consigo ver o teu sorriso e jamais o irei apagar da minha memória.


Acho que o melhor é continuar, mesmo sabendo que a tua existência é meramente abstracta.Tenho saudades tuas e não sei como ultrapassar este muro de pensamentos que me bloqueia a visão que tento recuperar e não consigo.Estás ai????Olhas por mim????Pensas em mim?????Continuo a adorar-te como sempre o fiz e continuarei a fazê-lo até aos meus últimos dias. Amo-te Tenho saudades tuas, cada vez mais.Continuo a abraçar o vazio,fazes-me muita falta.Bjs Onde quer que estejas

sexta-feira, julho 06, 2007

VOÇÊS MERECEM


Já passaram uns dias e só agora tive oportunidade de voltar à minha casa quieta,confesso que me tenho lembrado de abrir um pouco esta porta e deixar entrar uma lufada de ar fresco.Mas nas voltas que a minha vida deu nesta semana e na anterior e não foram muito boas consegui ultrapassar e aqui estou.Os bons amigos são sempre uma peça importante na vida e sem eles não conseguiria ultrapassar com o que aconteceu,passou e aqui estou cada vez mais maluco.Hoje não escrevo nada para ti porque às vezes apetece-me fingir que não existes,mas ao fim ao cabo vai sempre dar ao mesmo enfim sem mais comentários...Obrigado Amo-vos